7 de out de 2008

A CRIATIVIDADE GERA O PRAZER

O amor a nós mesmos e à vida já nos dá o prazer de viver cada instante, o prazer de viver que nos ativa a criatividade e esta acaba com a rotina, ampliando os sentidos para o nosso prazer, tornando-se uma reação em cadeia de energia positiva, porque cada prazer pode gerar um novo prazer. A vida é um movimento de criatividade, evolução e progresso. É muito importante a manifestação criativa, a capacidade de criação e o trabalho e gerar. Isto é trabalho e trabalho é energia, e o trabalho, seja qual for, se for feito com amor, criatividade e com gosto, fatalmente nos dará a alegria e o prazer.
Por intermédio de nossa inspiração, imaginação e liberdade, devemos nos conectar com o ser criativo que nos habita para descobrirmos o sentido de nossas vidas. Assim, a criatividade nos faz criar, nos leva a fazer, e assim atingimos a realização que nos dá imensa satisfação.
Em geral, os adultos referem que a época mais feliz da vida é a infância, alegando que as crianças não têm problemas nem preocupações, o que não é verdade. Como diz Reich: "A fusão do realismo adulto e da imaginação infantil é a chave de todas as atividades criativas". Acontece que a criança tem uma percepção e uma sintonia maiores com os fenômenos naturais, com a natureza, com a espontaneidade, com a liberdade e com a criatividade; por isso elas podem exteriorizar com naturalidade.
Assim como os sábios, elas têm uma enorme curiosidade por tudo o que faz parte da vida, elas se interessam por quase tudo e tornam quase todas as coisas interessantes para elas. A criança pergunta sobre tudo, se distrai, se diverte ou brinca com qualquer coisa. Enfim, a criança a tudo ama e no "jogo do faz-de-conta" em tudo descobre uma finalidade, o que lhe traz diversão e alegria.
Devemos respeitar as coisas sérias e brincar com tudo o que nos dá diversão, divertir-nos com o que nos alegra e não nos divertir para escapar ou fugir da realidade. É preciso saber brincar, tendo o devido cuidado para não abusar e não se viciar em uma brincadeira ou em um jogo, para não se destruir.
A diversão das crianças são as alegres brincadeiras plenas de sua inata criatividade que lhes dão prazer. Com a inocência e pureza características, com a curiosidade que lhes é peculiar, exploram até a sexualidade para descobrir este mistério, brincando de "médico", de "casinha" ou de "papai-mamãe". Por essa razão devem ser orientados com sabedoria pelos pais e professores para que, quando adultos, mantenham tal descontração, pois entre pessoas maduras o sexo deve ser uma atividade normal e prazerosa, para que seja uma importante complementação do sentimento de amor, a fim de atingirmos o prazer maior, o prazer corporal, emocional e espiritual.

Nenhum comentário:

Se algum artigo neste blog estiver como "autoria desconhecida" e você souber informar, agradecemos e faremos a devida correção. Solicitamos também que, ao ser extraída qualquer informação desta página, seja adicionada à devida autoria ou endereço:
http://clafilhasdalua.blogspot.com/