18 de abr de 2008

TEMPO


"Da mesma maneira como o ar é a atmosfera do corpo, o tempo é a atmosfera da mente; se o tempo no qual nós vivemos consiste de meses irregulares e de dias regulados por minutos e horas mecanizados, é nisso que a nossa mente se transforma: numa irregularidade mecanizada. Visto que todas as coisas resultam da mente, não é de admirar que a atmosfera na qual vivemos no dia-a-dia torne-se cada vez mais poluida. E a maior reclamação é: ‘Eu simplesmente não tenho tempo bastante!’ Quem possui seu tempo, possui sua mente. Possua o seu próprio tempo e você conhecerá a sua própria mente".
José Argüelles


Confiram este texto no site da Gi: www.giseledemenezes.com/

Ana Paula Andrade e Ana Paula Marafigo
SERPENTES VERMELHAS

Um comentário:

Juliana disse...

Olá Ana Paula!

Também faço parte da rede Yinsights e Absoluta, estou passando para conhecer seu espaço.

De fato se somos governados pela mente, deixamos de lado o nosso centro. Precisamos nos conectar com o verdadeiro Eu.

Abraços!

Se algum artigo neste blog estiver como "autoria desconhecida" e você souber informar, agradecemos e faremos a devida correção. Solicitamos também que, ao ser extraída qualquer informação desta página, seja adicionada à devida autoria ou endereço:
http://clafilhasdalua.blogspot.com/