1 de dez de 2010

Quer mudar o que está sentindo?

O resfriado escorre quando o corpo não chora.
A dor de garganta a entope quando não é
possível comunicar as aflições.

O estômago arde quando as raivas não conseguem sair.
O diabetes invade quando a solidão dói.
O corpo engorda quando a insatisfação aperta.
A dor de cabeça deprime quando as duvidas aumentam.
O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar.
A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável.
As unhas quebram quando as defesas ficam ameaçadas.
O peito aperta quando o orgulho escraviza
O coração enfarta quando chega a ingratidão.
A pressão sobe quando o medo aprisiona.
As neuroses paralisam quando a"criança interna" tiraniza.
A febre esquenta quando as defesas detonam as fronteiras da
imunidade.

(desconheço autoria)

2 comentários:

vida cotidiana disse...

Achei muito interessante, sabe que é verdade?
Acredito que nossas doenças tem fatores emocionais por trás.

sil disse...

Muito bom esse post, nosso corpo se expressa através de nossas emoções.
Afinal somos o que pensamos.
bjo e fiquem na paz

Se algum artigo neste blog estiver como "autoria desconhecida" e você souber informar, agradecemos e faremos a devida correção. Solicitamos também que, ao ser extraída qualquer informação desta página, seja adicionada à devida autoria ou endereço:
http://clafilhasdalua.blogspot.com/