8 de out de 2010

Visualizando as fases da Lua. Heminsférios.

Exercício para visualizar o ciclo Sol-Lua e suas fases.


Sente-se comodamente, com a coluna ereta. Tranqüilize a respiração.
Visualize a Terra girando em torno do Sol e a Lua em torno a Terra. Se vc estiver no hemisfério sul verá os movimentos acontecendo em sentido horário. Se estiver no hemisfério norte os giros serão no sentido anti-horário.
A figura ao lado mostra o sistema Sol-Terra-Lua como seria visto por um observador externo olhando diretamente por cima do pólo sul da Terra. O círculo externo mostra a Lua em diferentes posições relativas em relação à linha Sol-Terra, assumidas à medida que ela órbita a Terra de oeste para leste (sentido horário para um observador olhando para o pólo sul). O círculo interno mostra as formas aparentes da Lua, em cada situação, para um observador no hemisfério sul da Terra.
A Terra gira em torno de seu próprio eixo. Igualmente, se estiver no hemisfério sul verá o giro em sentido horário. Se estiver no hemisfério norte, o giro será no sentido anti-horário.


Acima e abaixo

Não existe acima e abaixo absoluto. Acima será o hemisfério onde se encontra, assim se estiver no norte, será a direção norte, mas se estiver no sul, será a direção sul. Visualize-se no hemisfério sul com o sul para cima e o norte para abaixo.
A cabeça da maioria das pessoas do hemisfério sul está colonizada com a imposição de que acima é o Norte. Que se fixo quando em cartografia se acordo o acima como o hemisfério norte. Por isso, pode ser que vc tenha que se esforçar para se libertar desta idéia. Os mapas no Brasil e no hemisfério sul, deveriam ter também o Sul para cima.
Visualize a Terra girando em torno do Sol com o hemisfério sul para cima, girando no sentido horário, entorno do Sol e entorno de si mesma.
A Terra ao girar em torno do Sol define um plano. O eixo da Terra tem uma inclinação de 23º em relação a este plano.
Visualize a terra girando em torno do Sol com o hemisfério sul para cima e incluindo a inclinação do eixo da Terra.
img

Agora vamos a passar a identificar as direções cardinais: Leste, Oeste, Norte, Sul, Meio do Céu e Fundo do Céu.

A direção mais fácil para ser identificada a simples vista é o Leste, porque pelo leste ascendem o Sol, a Lua, as estrelas.
Identifique o Leste no lugar que vc se encontre agora.
A seguir, identifique o Oeste, a direção por onde se põe o Sol, a Lua e as Estrelas.
Coloque-se de tal forma que sua mão direita fique para o Leste e a mão esquerda para o Oeste. Na sua frente estará a direção Norte, por tanto estará de cara para a direção Norte. Nas suas costas terá a direção Sul.
O Zodíaco nasce no Leste, vai por cima da sua cabeça, um pouco inclinado (máximo de 23 graus), na direção norte, desce no Oeste, continua por baixo da Terra até chegar novamente no Leste.
Visualize o movimento do céu todo girando de Leste para oeste, e com ele todos os planetas e estrelas. Na verdade somos nos que junto à Terra, damos uma volta ao redor do seu eixo, em um dia. Mas como estamos na Terra, vemos girar o céu todo formando a sucessão dos dias e as noites... Visualize este movimento até ficar fácil.


Visualizando a Lua Cheia

Na fase Lua Cheia o Sol, a Terra e a Lua, estão alinhados. img
Se no locar onde se encontre estiver vendo o Sol, a Lua cheia estará na direção oposta em baixo de seus pés (e da Terra) ou no caso de estar vendo a Lua, será o Sol que estará em baixo de seus pés (e a Terra). Visualize isto até ficar fácil. Visualize o par Sol -Lua iluminando todos os lugares da Terra. o Sol um lado fazendo o dia, a Lua iluminando a noite.
Assim, se visualizarmos o movimento do Céu num dia de Lua Cheia, teremos em algum momento a Lua encima da cabeça e o Sol nos pés, e 12 horas depois o Sol na cabeça e a Lua nos pés.
Medite nisso por alguns instantes. Verifique sua posição em relação a cruz cardinal e visualize este movimento sabendo que é pelo leste que nasce a Lua ou o Sol.


Situando-nos no tempo, e no ciclo como um todo.

Na verdade a Lua Cheia é um momento significativo do ciclo do namoro do Sol e da Lua.
Eles se encontram em um dado momento (Lua Nova), morre um ciclo e nasce outro. A partir desse momento a Lua começará a se distanciar do Sol, e o reflexo da Luz solar denunciará o ângulo que a Lua se encontra do Sol. A cada dia que passa a Lua movimenta-se em torno de 12 graus. Assim, no primeiro dia de Lua Nova, o Sol e a Lua estão juntinhos na mesma direção, mas já no segundo dia de Lua Nova, ao amanhecer do Sol, a Lua amanhecerá 12 graus depois o que corresponde a 48 minutos depois.

Dia lunar

Dia Lunar: Tendo em vista que o período sideral da Lua é de 27,32166 dias. Isto é, que ela se move 360° (uma volta completa) em relação às estrelas para leste a cada 27,32 dias *. Num dia solar, deduz-se que ela se desloca para leste *13° (360°/27,32), em relação às estrelas. Levando-se em conta que a Terra gira 360° em 24 horas, e que o Sol de desloca 1° para leste por dia, deduzimos que a Lua se atrasa 48 minutos por dia [(12°/360°)×(24h×60m)], isto é, a Lua nasce cerca de 48 minutos mais tarde a cada dia. Então a Lua se move cerca de 13° para leste, por dia, em relação às estrelas. Esse movimento é um reflexo da translação da Lua em torno da Terra, completada em 27,32 dias (mês sideral). O Sol também se move cerca de 1° por dia para leste, refletindo a translação da Terra em torno do Sol, completada em 365,2564 dias (ano sideral). Portanto, a Lua se move cerca de 12° (13º dela menos 1º do Sol) por dia em relação ao Sol, e a cada dia a Lua cruza o meridiano local aproximadamente 48 min mais tarde do que no dia anterior. O dia lunar, portanto, tem 24h48m.
Assim a Lua todo dia estará mais longe do Sol dando inicio as fases.
Quando chega a Lua Cheia, a Luz refletida chega ao máximo e o ângulo também 180º. Logo se inicia o movimento de retorno ao Sol e a luz refletida pela Lua vai diminuindo, passa pelo cuarto minguante ate chegar a lua nova novamente.


Visualizando todo o ciclo das fases da Lua

No lugar que você se encontre, abstraia a situação real do Sol e da Lua e visualize a Lua na mesma direção do Sol, o momento de Lua Nova.
img
Visualize a Lua nova, você na Terra, a Lua numa dada direção, e o Sol atrás. Agora inclua na visualização a distancia física do Sol da Lua. São vistos na mesma direção, mas estão distantes um do outro.
Agora visualize o que acontece durante um dia de Lua Nova.
Ambos giram juntos todo o Céu em torno de onde você esta, de Leste para Oeste.
Mas depois de uma volta completa (um dia), a Lua estará distante do Sol 12 graus, uma fatia do céu que equivale ao tamanho da sua mão se você esticar seu braço e projeta a mão no céu.
Um dia depois da Lua nova quando o Sol nascer no oriente a Lua nascerá quase uma hora depois e estará a um palmo do Sol encima do horizonte. Visualize isto.
Sendo mais detalhado:
Visualize novamente a Lua Nova, e enquanto vai passando o dia todo o céu se movimentando junto ao Sol e a Lua, na mesma direção. Enquanto o movimento do céu vai rolando, a Lua lentamente vai se afastando do Sol, até chegar a um palmo da sua mão no momento do nascer do Sol.
Visualize novamente os três primeiros dias após a Lua nova.
Observando desde o hemisfério sul, com a cara para o norte, e a mão direita para o leste, a Lua se movimenta no sentido horário, o sentido crescente dos signos enquanto gira junto a todos os planetas e o Céu em sentido anti-horário. Todos os planetas quando estão em movimento direto se movimentam no zodiaco em sentido horário. O Sol se movimenta um grau, Mercúrio dois,.. e a Lua lembre em torno de 12 graus. A medida que o ângulo entre o Sol e a Lua vai aumentando, ira aumentando a Luz que reflete do Sol para a Terra.
Visualize o ângulo entre o Sol e a Lua aumentando enquanto todo o Céu gira durante um dia. A medida que a Lua se afasta do Sol a Luz refletida pela Lua vai aumentando a cada volta (dia). Lembre em um dia a Lua caminha no zodíaco entorno de 12 graus (meio signo).
Agora visualize os dias passando, a Lua irá aumentando o seu ângulo do Sol, até chegar a separação máxima do Sol, 180º , a Lua Cheia.
Depois virá o quarto minguante, e depois novamente a Lua Nova.
Na figura ao lado a fase quarto minguante, quando o ângulo é de 90º



Recapitulando.

img Visualize a Lua na mesma direção (Lua Nova) nascendo no oriente.
Um dia depois ao nascer o Sol, a Lua nascerá 12 graus (um palmo acima do horizonte) depois... No segundo dia será 24 graus (dois palmos).

Assim, vai indo até no quarto crescente, do sexto para o sétimo dia estará 90 graus (fase crescente).
Quando o Sol estiver no meio do Céu, a Lua estará nascendo no Oriente. Por tanto na fase crescente vemos a Lua a partir do meio dia.
Assim do 14 para o 15 dia a Lua estará a 180º (fase cheia).
img A partir desse momento o ângulo começa a diminuir. Passando pela fase decrescente. Visualize o ângulo de 90 graus.

Até chegar novamente na direção do Sol.
Medite neste movimento até que ele fique fácil, assim poderá acompanhar o ciclo Sol Lua e suas fases de forma física todos os dias da sua vida. Experimente mesmo, faça um esforço que depois o prazer e a satisfação vai ser muita.
E lembre dois dias antes da Lua Cheia, num lugar que tenha visão do Leste e o Oeste, poderá ver os dois luminares momentos antes do Sol se por. Assim como dois dias depois da Lua Cheia poderá ver os dois luminares acima do horizonte ao nascer do sol.




Rotação da Lua

img À medida que a Lua orbita em torno da Terra, completando seu ciclo de fases, ela mantém sempre a mesma face voltada para a Terra. Isso indica que o seu período de translação é igual ao período de rotação em torno de seu próprio eixo. Portanto. a Lua tem rotação sincronizada com a translação, e desde a Terra será vista sempre a mesma face.
É muito improvável que essa sincronização seja casual. Acredita-se que ela tenha acontecido como resultado das grandes forças de maré exercidas pela Terra na Lua no tempo em que a Lua era jovem e mais elástica. As deformações tipo bojos causadas na superfície da Lua pelas marés teriam freiado a sua rotação até ela ficar com o bojo sempre voltado para a Terra e, portanto, com período de rotação igual ao de translação. Essa perda de rotação teria em conseqüência provocado o afastamento maior entre Lua e Terra (para conservar o momentum angular). Atualmente a Lua continua afastando-se da Terra, a uma taxa de 4 cm/ano.
Note que como a Lua mantém a mesma face voltada para a Terra, um astronauta na Lua não vê a Terra nascer ou se pôr. Se ele está na face voltada para a Terra, a Terra estará sempre visível. Se ele estiver na face oculta da Lua, nunca verá a Terra.


A orbita da Lua é uma elipse

A órbita da Lua em torno da Terra é uma elipse, exagerada nesta figura, e a Lua está 10% mais próxima no perigeu do que no apogeu, o que faz com que seu tamanho aparente mude de um ciclo para outro.
img















Fonte de pesquisa:
www.xamanismo.com.br

Nenhum comentário:

Se algum artigo neste blog estiver como "autoria desconhecida" e você souber informar, agradecemos e faremos a devida correção. Solicitamos também que, ao ser extraída qualquer informação desta página, seja adicionada à devida autoria ou endereço:
http://clafilhasdalua.blogspot.com/