27 de abr de 2011

SEGUNDA VERMELHA - 2011


Campanha
2@Vermelha 2011
02 de maio, segunda-feira!
1 milhão de mulheres celebrando sua menstruação!
Ativismo menstrual em ação!
Está chegando a hora de mais uma Edição da Campanha 2@Vermelha. A campanha, que é mundial, tem como mote a valorização da menstruação em vários aspectos, para incentivar as mulheres a cuidar de sua saúde íntima e reprodutiva, dando-lhe maior visibilidade no cinema, nos meios impressos, na arte, em outras mídias e redes sociais. A iniciativa no Brasil é do Coletivo de Mulheres Clã Ciclos Sagrados. Este ano a novidade é a transmissão simultânea da mesa-redonda em torno do tema que acontecerá em São Paulo.
Todos os anos, desde o início da campanha no Brasil em 2008, sempre criamos formas de incentivar as pessoas, homens e mulheres, principalmente as mulheres, a gerarem ações para chamar a atenção para o slogan da Campanha: 1 milhão de mulheres celebrando sua menstruação!
Este ano, como curiosas que somos, resolvemos verificar como anda a cena do ativismo menstrual no Brasil. Se é que ele já existe!
Bom, então ficaremos mais ou menos assim:
.::AÇÃO PRINCIPAL::.
Algumas perguntas irão nos nortear esse ano:
Quais mudanças ocorreram e, se ocorreram, para onde estamos indo? Existem mais mulheres valorizando sua menstruação? Ou as mulheres que já valorizavam antes é que estão mostrando a cara? As mulheres que (ainda) não gostam de sua menstruação, continuam acreditando nisso? Algo mudou? Faz e fez diferença se ter acesso a formas de segurar o sangue menstrual (absorventes reutilizáveis e coletores) ? O que isso efetivamente traz para saúde física, emocional e política da mulher? As mulheres estão mais responsáveis por seus corpos? Se sim, por que ainda tem tanta gente, que não seja a mulher, falando com autoridade sobre o corpo dela? As mulheres que escolhem parar de menstruar escolheram isso ou alguém escolheu para ela? Se ela escolheu, existe produção cientifica sobre os danos a longo prazo na saúde emocional e física da mulher com relação a essa escolha? Seria reversível?
Por isso, como ação principal, iremos fazer uma Tarde de Palestras e uma mesa-redonda, aqui em São Paulo, para discutirmos, trocarmos e descobrirmos o que se tem de novo sobre o assunto e, se porventura, novas dúvidas surgiram.
.::Palestrantes::.
Contaremos com mulheres que já há algum tempo vem levantando essas questões no Brasil e teremos a honra de contar, ainda, com palestra internacional em conference call.

.::Novidade::.
Você deve estar pensando: “Ah, mas eu não estou em São Paulo!”. Mas graças a esse mundo fabuloso da rede teremos duas formas de você estar conectad@:
• Transmissão simultânea da mesa-redonda, a partir das 20hs;
• Exibição posterior na Tv2@Vermelha de trechos da tarde de palestras;

.::Outras formas de participar::.
• Manifestar-se no Twitter, Facebook e outras mídias sociais. (usando o tag da campanha)
• Gerar o um post no seu blog, se tiver. (com a imagem oficial)
• Ir de vermelho para o trabalho.
• Presentear suas amigas e companheiras de trabalho com algo simbólico.
• Organizar um encontro com suas amigas para discutir o assunto. (se possível, registre e envio-nos uma foto com relato)

O combinado é que você possa nos enviar o que de bacana surgiu dessa troca. Isso irá ajudar para continuarmos a manter o museu da Campanha2@Vermelha, além de aumentar as informações a respeito do que pensa a mulher contemporânea sobre menstruação. SEMPRE CITANDO A FONTE.
.::Importante::.
• Use, ainda, sempre que possível, folder/imagem/logo da campanha do ano corrente, assim, quem não sabe de nada do que está acontecendo e do que você está falando pode ser capaz de imediatamente fazer um link.
• Este ano, só aceitaremos fotos para o banco de dado/museu de quem tenha algo na foto que indique que o registro foi no dia da campanha. Ou seja, que vocês estejam usando a imagem na mão, por exemplo, para que indique que estavam todas reunidas no dia da Campanha 2@Vermelha, dia 02 de maio de 2011.
• Use o e-mail para nos enviar: cladosciclossagrados@yahoo.com.br

.::POR QUE COMEMORAR?::.
• Para criar:
• Um senso de diversão em torno da menstruação;
• Para incentivar as mulheres a cuidar de sua saúde menstrual e reprodutiva.
• Para criar uma maior visibilidade da menstruação, no cinema, meios impressos, música e outras mídias.
• E para melhorar a honestidade sobre a menstruação em nossos relacionamentos.

.::ONDE?::.
• Em seu dormitório, sozinha
• sala de aula ou apartamento,
• na casa de um@ amig@,
• em um parque ou outra área aberta
• na faculdade ou na escola
• em um restaurante ou café
• em qualquer lugar!



.::SERVIÇO::.
PROGRAMAÇÃO:
16h: Conference Call com a ativista menstrual americana autora do livro “
Becoming Peers:Mentoring Girls into Womanhood”, DeAnna L’am. Menstrual Monday – A Worldwide Sisterhood” (Segunda Menstrual: a irmandade mundial) com tradução.
+PALESTRAS:
17hs:Magia e prazeres dos ritmos do feminino” - Bia Fioretti
18hs:Cyber Ativismo Menstrual” - Danielle Sales
19hs
: “O potencial criativo da Menstruação” - Monika Von Koss
20hs as 21hs30
Mesa-redonda com Mediação de Sabrina Alves: Monika Von Koss, Danielle Sales, Bia Fioretti e participação de perguntas.
.::ONDE::. Instituto Naradeva Shala
Endereçeo: R. Coriolando, 169/171 (próximo ao Shopping Bourbon e ao Sesc Pompéia)
www.naradeva.com.br

.::INSCRIÇÕES E CONTRIBUIÇÃO::.
+1 kg de alimento não perecível humano + 1 kg de ração para gato ou cachorro.
Ou
+2 kgs de alimento humano

::CONTATO::
+E-mail: cladosciclossagrados@yahoo.com.br+Fone: 3862-7321 (no Naradeva Shala)

ATENÇÃO REVENDEDORES: quem quiser revender absorventes e coletores e produtos relacionados ao tema, entrar em contato com Lu ou Lilian pelo fone:
11-3862-7321

+Informações:

+Siga-nos: TWITTER:
@SegundaVermelha

+FACEBOOK



.::Realização Brasil::.
Coletivo
Clã dos Ciclos Sagrados
www.cladosciclossagrados.com

.::APOIO::.
Instituto de Cultura Hindu Naradeva Shala
www.naradeva.com.br

ATENÇÃO: se for compartilhar, cite a fonte!



26 de abr de 2011

Abandone todas as suas buscas, e simplesmente seja o que você sempre buscou! (Sthan Xannia)

Aí está... antes tarde do que nunca rsrsrs... as fotinhos de nosso "curioso" Círculo Feminino dirigido por um Homem... e diga-se de passagem, "interessante" condução!

Sthan Xannia (SP) - A RODA OESTE
Círculo de Mulheres no Espaço Rapa Nuy
Porto Alegre/RS - outono 2011



Você sabe o que está buscando?
E quando encontrar, o que vai fazer depois?
Se eu dissesse à você que tudo o que você busca está bem aí, totalmente disponível ao seu redor! O que faria com tudo isso?
E você, está totalmente disponível?

Ai ai, Sthan nos deixou belas pérolas, cabe a cada uma escolher o que fazer com isso!

Como se faz para uma gota d'água não evaporar?

E assim chegou Ariel - Relato de parto domiciliar


Dedico este post à esta família linda que a tão pouco conheço mas que já muito admiro (Costa, Nicole, Luan e Ariel), irmãos que tenho em Curitiba/PR.
Nicole querida, gratidão por compartilhar este momento mágico e tão íntimo de vocês, para que todas possamos crescer com sua experiência.
Ahooowww cabocla linda!
Beijo grande da sua irmã, Yawa Wanu.


Descobri que estava grávida durante as férias, em fevereiro. Estava em Belém, um lugar muito quente e úmido e comecei a me sentir mal diariamente... após alguns dias, tomei coragem e fiz o teste: POSITIVO. Era minha segunda gestação não planejada e decidi que não falaria para ninguém. Voltei para Curitiba e aos poucos fui contando, primeiro para os amigos mais próximos, familiares, mais amigos, até a notícia se espalhar.


Apesar do mal-estar nos primeiros meses e de levar alguns sustos com exames mal interpretados, tive uma gestação muito saudável. Sentia-me disposta, cheia de energia e bonita, muito bonita... diferente da primeira gestação, dessa vez não tive muito apetite, consegui me alimentar de forma balanceada e engordei exatos 10 kg. Emocionalmente, foi um período difícil, mas freqüentei as aulas de Yoga e Preparação para o parto do Aobä e sempre que possível, conversava bastante com a Talia e a Luciana, doulas queridas. E apesar das "turbulências", sempre mantive uma certeza: Ariel nasceria em casa!

Quando completei 36 semanas, por intermédio da Luciana e da Talia, conheci a equipe de enfermeiras que me acompanhariam: Adelita, Aline e Maria Rita. Foi uma longa busca até que elas aparecessem, mas chegaram no momento certo, não poderia ser melhor. Depois de um pré-natal "animado", freqüentando diversos médicos do convênio particular e do programa Mãe Curitibana, enfim conheci as pessoas certas e sabia que seria bem assistida.

As semanas se passaram de forma tranqüila, estava sendo monitorada pelas enfermeiras e nos dois pré-natais e tudo corria bem. Mas a dona Ansiedade estava a postos, incomodando diariamente e quando completei 38 semanas, comecei a achar que a coisa estava muito demorada! Marquei uma sessão terapêutica para destravar possíveis bloqueios à vinda do Ariel e depois disso, me sentia mais preparada.

No dia 23, virada da lua cheia, a Maria Rita esteve em casa e fizemos algumas manobras. Na mesma noite, fizemos uma meditação, eu e meu marido, preparando a chegada do Ariel. Senti que ele deu aquela "encaixadinha final", mas continuou quieto. Então marcamos uma nova visita para o dia 26, domingo, quando estariam presentes as enfermeiras e as doulas, para uma reunião final antes do parto. Eu já estava com 39 semanas e 3 dias...

Às 4h do dia 26, acordei sentindo um leve incomodo. Sabia o que estava acontecendo e num misto de alegria e medo, andei pela casa, meditei e rolei na cama até amanhecer. Às 6h, acordei o Junior: "é hoje, ele está chegando!". Ele me abraçou e perguntou se eu queria avisar a equipe; mas ainda era cedo, achei melhor esperar. Às 8h, comecei a cronometrar as contrações: estavam bem regulares e curtas, de 5 em 5 minutos, com menos de 30 segundos. Então liguei para a Maria Rita, expliquei a situação e falei que ligaria depois do almoço. Antes que o Ariel chegasse, ainda queria participar de um temascal em Campina Grande do Sul. Mas as contrações evoluíram e senti que seria mais prudente ficar em casa.

Junior e Luan saíram e sozinha, pude perceber melhor o trabalho de parto. Aspirei a casa, preparei o "ninho" no quarto dos meninos, perfumei tudo com óleo de laranja doce, me arrumei, acendi uma vela e comecei a meditar. A cada contração, sentia meu corpo se preparando para o tão sonhado momento... era lindo! Tudo estava acontecendo da forma mais perfeita, estava serena, em casa, sozinha, em silêncio e nesse momento senti que daria conta, que só dependia de mim e mais ninguém...

Aline ligou e em poucos minutos, já estava em casa. A essa altura, eu me sentia meio aérea, já com bastante dor e uma leve vontade de empurrar. Ela fez o toque e, para minha alegria, estava com dilatação total. Não sei em que momento aconteceu, mas quando me dei conta, Junior e Luan estavam sentados na cama, olhando, amorosamente me apoiando. Em volta de mim, Adelita, Aline, Luciana e Maria Rita. Estava em quatro apoios e respirava profundamente. Em algumas respirações, senti uma pressão interna, um estouro e minha roupa ficou toda molhada - era a bolsa! Que emoção! Aguardava ansiosa esse momento, que é maravilhoso, um sinal de que estamos quase lá. Respirava com a boca bem aberta, deixando o ar sair e criando forças para a próxima respiração. Já não tinha pudores de fazer barulho ou chamar a atenção dos vizinhos (mas depois me disseram que ninguém no prédio ouviu nada, ficaram surpresos de saber que tinha nascido em casa). Senti a cabecinha dele coroando, toquei seus cabelos. Mais um pouquinho, passou a cabeça. Esse momento é indescritível, único, magnífico! Lembro de ficar confusa ao tocar a cabeça: "será que é ele?"... Mais um pouquinho, força, concentração, respiração: NASCEU!!!

Às 12h48 – mais ou menos, pois ninguém olhou exatamente o horário – nasceu Ariel! Lindo, sereno, forte, com 49 cm e 3.610 kg, no seu quarto, na segurança e conforto de casa. Junto com ele, nasceu uma nova mulher, mais segura, mais determinada... As vezes, olho pra ele e nem acredito... foi – e continua sendo - tudo tão perfeito! Durante todo o processo, fomos respeitados em nossas vontades; tudo aconteceu de forma fluida, no nosso tempo. A presença tanto das enfermeiras quanto da Lu foi absolutamente discreta, um apoio e atenção na medida certa... Depois de algum tempo elas me ajudaram com a amamentação e hoje estamos em plena lua-de-leite!

Para mim, o parto é um momento de mergulho no ser, de conexão com o lado primitivo de ser mulher, com toda força e todo potencial que temos. A mulher que se permite essa experiência, jamais será a mesma... Acho importante dizer para as mulheres que por ventura leiam esse relato que o que importa não é saber que o PARTO DO ARIEL foi bem, mas saber que TODOS PODEM SER IGUALMENTE BEM-SUCEDIDOS.

Médico algum me apoiou na decisão de ter um parto domiciliar; ninguém me autorizou a fazer isso ou garantiu que daria certo. Eu apenas sabia que poderia tentar e tentando teria grandes chances de conseguir! É preciso uma grande dose de confiança e um "filtro" nos ouvidos para não cair nas armadilhas de exames mal-feitos, comentários médicos tendenciosos ou o alarde que as pessoas fazem... mas diariamente mulheres como eu e você dão ä luz da maneira como escolheram, assumindo a responsabilidade por seu corpo e por esse processo tão lindo e transformador que é o parto!
http://naturoterapeuta.blogspot.com


InCiclo - seu coletor menstrual

Amadas, não estou mais revendendo o coletor, mas na página da In Ciclo vocês encontram as revendedoras mais próximas de sua casa:



O InCiclo é o mais inteligente conceito de higiene feminina. Simples de usar, funciona como um coletor menstrual reutilizável e flexível.
O copinho da lua é uma novidade que alguns anos vem encantando as mulheres da Europa, EUA e Canadá e, agora, chegou ao Brasil.
Uma solução ecológica, prática, econômica e higiênica que substitui os absorventes femininos.
Produzido 100% em silicone medicinal, adequa-se perfeitamente ao corpo e oferece até 12 horas de proteção e conforto. Não contém látex, corantes e nem agentes branqueadores.

Saiba mais: InCiclo

14 de abr de 2011

Reiki Xamânico nível I - Maio de 2011



Roda de Cura para Mulheres - CAVERNA DA URSA

Ei meninas, não percam este momento de total entrega...
estaremos neste Encontro mergulhando em nós mesmas...
Livre-se do medo de descobrir-se - SEJA QUEM VOCÊ É!

clique para ampliar ou veja detalhes na agenda.
Se algum artigo neste blog estiver como "autoria desconhecida" e você souber informar, agradecemos e faremos a devida correção. Solicitamos também que, ao ser extraída qualquer informação desta página, seja adicionada à devida autoria ou endereço:
http://clafilhasdalua.blogspot.com/