15 de jul de 2008

Vamos plantar 1.000.000 de árvores para salvar o mundo


"Se olharmos ao redor, podemos agora ver que aquelas casas nos monastérios e em vários assentamentos onde as pessoas plantaram árvores frutíferas, agora apreciam um grande benefício como conseqüência de seus atos. Em primeiro lugar, se houver uma árvore em seu quintal, isto cria uma ambiente de beleza natural e serenidade. É óbvio que também podemos comer as frutas da árvore e sentarmos sob a copa, apreciando uma sombra agradável. De você, o que se espera é um pouco de paciência para a árvore crescer."(Sua Santidade, o Dalai Lama)


"Para mim, as árvores, e particularmente as grandes, têm um esplendor incomparável com o de outras plantas, elevando minha aspiração, enobrecendo uma parte de mim, estabilizando outra parte, enriquecendo-me o espírito." (Dorothy Mclean)


"E tudo começou de maneira simples, depois que Wangari plantou algumas árvores no quintal de sua casa em 1977. Essa foi a pedra fundamental para a criação do movimento. "A vida é uma jornada - às vezes, agradável, às vezes, dolorosa. O importante é fazer nosso melhor possível, e é isso que tento fazer", ensina a ambientalista [Wangari Muta Maathai]."(Cláudio Blanc)


"A madeira é viva", me respondeu [seu Antônio]. "Só por isto, já merece um afeto". Uma misturinha de cera de abelha, de carnaúba e parafina, evita o ressecamento, que favorece as pragas. A cera de abelha, que ainda perfuma, imuniza por causa da própolis. Boa para os móveis. O barro de terra de formigueiro e a fumaça do fogo à lenha também a protegem. Por causa do fogo, Seu Antônio jura que "em casa de mulher não entra cupim".(Carlos Solano)


"O Ipê Roxo é a árvore mestra dos Xamãs da América do Sul. Quando procuram por uma erva específica, sentam-se embaixo do Ipê Roxo, meditam e logo sabem o que e onde procurar além de todas as suas propriedades medicinais."(Sandra Siciliano)


"Derrubado e transformado em poste da rede elétrica, um Ipê Amarelo não se entregou. Rebelou-se contra a condenação, criou raízes no solo e voltou a reinar absoluto esbanjando alegria e a beleza de flor-símbolo nacional. Reconsiderando seu ato, o homem transferiu a rede elétrica para um poste de concreto instalado ao lado. O Ipê agora reina livre de fios. Este honrado Ipê é atração turística de Porto Velho, Rondônia."(Sandra Siciliano)


08-07-2008 - Plantando 1.000.000 de árvores

Atender ao "Chamado das Árvores". Esta é a proposta da campanha para o plantio de 1.000.000 de árvores, idealizada pelo arquiteto Carlos Solano, autor de "Feng Shui - Kan Yu, arquitetura ambiental chinesa", e colunista da revista Bons Fluidos. O projeto de Solano iniciou em março de 2007, após um período de aproximadamente sete anos de maturação. No ano 2000, o arquiteto teve um vislumbre da idéia ao avaliar fotografias que fizera para um trabalho e intuiu que deveria se tornar uma espécie de porta-voz da natureza. Em 2006, ele encontrou referência numa proposta da Organização das Nações Unidas que chamava a atenção do público para o plantio de um bilhão de árvores como meio de amenizar a crise ambiental na Terra."Tomei coragem e convidei alguns voluntários para a produção de uma campanha que mostrasse ao grande público como as árvores são importantes para a saúde planetária, propondo o plantio (e o cuidado) de um milhão de mudas", expressa Solano no site Vamos plantar 1.000.000 de árvores para salvar o mundo, que ele e sua equipe produziram para viabilizar a idéia. O início da campanha ocorreu em outubro de 2007 e, em 14 de julho de 2008 o contador do site apontava o registro de 93.724 plantios.

Para contribuir e participar do projeto, os usuários da Internet podem acessar o site http://www.ummilhaodearvores.org.br/, reportar a quantidade de árvores que plantaram e onde o fizeram, incluir um breve depoimento da experiência e uma foto da planta. Voluntários de diversos estados brasileiros estão participando da campanha e deixando o seu registro no site. Podemos encontrar nas páginas informações sobre as características da flora arbórea brasileira, indicações sobre a importância ecológica da mata nativa, orientações sobre as formas de plantio e sobre os procedimentos adequados para efetuá-lo. Histórias de pessoas que têm uma profunda relação com a natureza e que, assim como Carlos Solano, conseguem ouvir o "Chamado das Árvores", enriquecem os depoimentos que se apresentam.

Nenhum comentário:

Se algum artigo neste blog estiver como "autoria desconhecida" e você souber informar, agradecemos e faremos a devida correção. Solicitamos também que, ao ser extraída qualquer informação desta página, seja adicionada à devida autoria ou endereço:
http://clafilhasdalua.blogspot.com/