5 de mai de 2008

MARIA



Ontem, domingo, 04 de maio de 2008, após assistir ao filme MARIA, protagonizado por Juliette Binoche, refletindo sobre a atuação destes dois personagens na história da humanidade – Maria Madalena e Jesus - ou – Mirian e Joshua – percebo o quanto o Ser Humano se perde dentro dele próprio, ou melhor, sai a passear no externo e não encontra o caminho de volta (o retorno a "Morada do Pai").
Como as religiões nos aprisionam. Ou melhor, como nos deixamos aprisionar. Prendemos nossa mente ao que outros dizem ser verdade e evitamos sentir a única verdade, aquela que habita nosso interior. Será tão difícil compreender as "muitas moradas de meu Pai"?
Se cada um olhasse para dentro de si e re-conhecesse o Cristo que lhes habita, seríamos capazes de amar como Jesus amou, de colocar em prática a maior das medicinas, de dar fim a violência e a guerra.
Foi tão simples o ensinamento deixado por Ele. Mas parece que o Ser Humano Livre não sabe viver. Somos incapazes de avaliar o que nos faz bem. Seguimos o que os outros acreditam ou as regras que outros ditam, porque nos achamos incapazes... porque não nos sentimos divinos... porque nos fizeram acreditar que não temos o poder de manifestar o Divino.
Fomos criados e educados dentro deste sistema de manipulação e é desta forma que seguimos educando... Manipulando. Crescemos com nossos pais ou responsáveis nos amedrontando com situações para que nos "comportemos". Comportamos-nos da maneira que alguém disse a eles que era o "correto". Atenção!! Pais e Educadores, muita atenção ao padrão pré-estabelecido... Talvez seja por isso que estejam encontrando dificuldade para educar nossas crianças atualmente... a consciência delas não aceita mais manipulação! O medo é algo "plantável"... o amor já nasce inato em todo Ser Humano. Deixemos que ele brote e evitemos plantar o medo!
Digam-me! O que ganhamos assistindo "Domingão do Faus..."? Digam-me! O que lhes acrescenta ficar "ligado" presenciando assassinatos, roubalheira, sensacionalismo barato! Sim, porque sai muito barato a Eles, a nós... só aumentamos nossa despesa com eletricidade no fim do mês!
O que lhes acrescenta ficar atento ao desfecho do crime "da menininha"? Todos os dias meninas e meninos morrem de forma mais absurda possível! E ninguém liga para isso!
Porque alimentar a mídia? Ela alimenta teus filhos? Ela só tira de nós todos os dias... nos prende no consumismo, na "última tendência da moda"...
As pessoas se alimentam assistindo TV. É raridade um restaurante sem uma TV ligada, ela até já passou a ser um utensílio da cozinha doméstica. As mentes ficam tão presas "na telinha" que se tornam incapazes de pensar por si só. Quantas televisões você tem na sua casa? É realmente necessário mais de uma?
Não estou dizendo: desfaçam-se de todas as televisões! Não! Graças a uma é que assisti ao Filme pelo qual iniciei este texto. Mas quero chamar-lhes a atenção para isso... De que forma você alimenta sua Mente!
Quando eu disse: "nos fizeram acreditar que não temos o poder de manifestar o Divino" foi porque abafaram a vós da Mulher e impediram que ela pregasse aquilo que foi capaz de SENTIR.
Seria muito pedir-lhes que se perguntem: Será que a história que foi contada não foi contada da maneira que os olhos humanos foram capazes de captar? Será que "aqueles homens" foram capazes de traduzir, ou de expor em palavras, o que só era possível SENTIR?
Engraçado! Enquanto coloco aqui meus pensamentos, escuto foguetes na rua... Pessoas manifestando ou extravasando seus sentimentos em relação ao futebol – que passou na TV- enquanto eu assistia ao filme. ESCOLHAS – nossa realidade se apresenta de acordo com nossas escolhas (assista Matrix). Incrível! Acabei de escutar até tiros, o pessoal sabe mesmo comemorar!
Continuo querendo viver em Liberdade... ela te dá condições cada vez maior de ESCOLHAS. Não é porque vivo neste meio que devo agir como os outros agem!
Bem... Concluindo o que a figura de Maria Madalena me passou... O Divino está em nós! Basta que acreditemos em nós mesmos... Na divindade que somos. Basta que nos voltemos para dentro... para dentro de nossos corações e a partir dele exteriorizemos a vontade divina. Só assim, nossa vontade alinhada com o propósito divino, é capaz de manifestar a harmonia das "coisas e criaturas".
Indico a todos(as) este filme - MARIA. Esta extraordinária mulher que me encantada, me inspira e me elucida.



Abraços fraternos,
Ana Paula Andrade (Ana Eçaí)
Clã Filhas da Lua.
04/05/08 – 17:56

Nenhum comentário:

Se algum artigo neste blog estiver como "autoria desconhecida" e você souber informar, agradecemos e faremos a devida correção. Solicitamos também que, ao ser extraída qualquer informação desta página, seja adicionada à devida autoria ou endereço:
http://clafilhasdalua.blogspot.com/