11 de mai de 2014

Em cada menina que a terra criou um carinho de mãe Maria deixou... Um sonho de mãe Maria plantou para o mundo a paz encontrar....


O mar serenou quando ela pisou na areia...

E um dia fui beijada pela Mãe e Ela cresceu dentro de mim...


"Que o Ser em cada um de nós que é o "ninguém", ou seja, 'el alma pura', sempre nos lembre que, não importa o que aconteça, temos uma Mãe amorosa, mansa e feroz, que espera que aprendamos, que nos comprometamos a ser mansamente ferozes, ferozmente mansos... como ela.
Que nós, que puxamos e içamos todos os dias, relaxemos um pouco, e nos lembremos, com o coração voltado para nosso lar, de que é nossa Mãe, o mais belo Sino jamais forjado, que nós, pequenas cordas, lutamos para badalar... para que a memória de sua voz melodiosa ressoe por nosso corpo, nossa mente, nosso espírito, nossa alma, nossas obras e nossas terras, diariamente." (trecho do livro - Libertem a Mulher Forte).

A ti Sarah Emanuelle, minha filha, estrelinha do mar de Mamãe... gratidão por me fazer nascer Mãe!!!




9 de mai de 2014

A Velha Mãe...

Aproxima-se o dia das mães e me toca o coração homenagear essa Avó guarani, mãe de oito filhos – cinco mulheres e três homens – uma prole de mais de 40 netos, mais de 30 bisnetos e já alguns tataranetos... Vovó Rosa - mulher semeadora - de trás da fumaça de seu cachimbo (petyngua) vem ela semeando um caminho de flores... gratidão minha avó!!



Poty-Dja (Vovó Rosa) 
 Liderança Feminina da Aldeia Yynn Moroti, município de Biguaçu, Santa Catarina
Esposa do pajé Wherá Tupã (vovô Alcindo).



«Convertirse en anciana tiene que ver con el desarrollo interior, y no con la apariencia externa. Una anciana es una mujer que posee sabiduría, compasión, humor, valentía y vitalidad. Es consciente de ser verdaderamente ella misma, sabe expresar lo que sabe y lo que siente, yemprender una acción determinada cuando es necesario. No aparta los ojos de la realidad, ni permite que se le nuble la mente. Puede ver los defectos y las imperfecciones en ella misma y en los demás, pero la luz con la que los ve no es severa ni enjuiciatoria. Ha aprendido a confiar en sí misma hasta saber lo que ya sabe.»
~Jean Shinoda Bolen.~

Meu nome é MULHER



Meu nome é Mulher e encontro a minha morada na liberdade
Não sei ser presa mas aprendi a me deixar ser a caça quando necessário e a caçadora quando o cheiro encanta o meu faro
Se enjaulada mostro-me pela metade e a minha busca é ser inteira 
Inteira com meus erros, acertos e vontades.
Com meu faro, com meu sexo, com minha ousadia. 
Busco-me na solidão e encontro-me no meu silêncio. Aventuro-me em minha matilha e encontro o meu esconderijo nos aposentos da minha alma.
Nesses aposentos, reside a "velha que sabe" que me esina ao sussurrar de cada melodia. Me traz a força na hora da fraqueza e me mostra que o tempo de menina boazinha já não é mais meu tempo.
Sou um pouco de Eva e tenho os trejeitos de Lilith. Sou menina-mulher, sombra e luz, medo e coragem.
Sou a dona de mim,carregada de emoções e ciclica por natureza.
Me pergunte por aonde eu ando e te responderei que não tenho caminho para caminhar, deixo o meu extinto me levar.
Fiz do hoje o meu único dia. 
Danço e bailo quando o medo apresenta-se em meu castelo, ao abri a porta lhe dou as boas - vindas, convido para entrar e aprendo com ele a conhecer todo o palácio.
Hoje sei quem eu sou! Amanhã? Eu me reivento.
Borboleta por natureza, sou adepta à transformações. 
Minha alma tem sede de liberdade e ousadia.
Aprendi a não me deixar vencer pelo cansaço e sim encontrar nele o impulso necessário para as minhas vontades.
Mergulho em minhas profundezas e coloquei a palavra Intensidade em meu sobrenome. Não breco ate conhecer, e ao conhecer me permito vivenciar as dores e as delicias do SER
Sou assim Fêmea, filha da Mãe, filha da Terra;
Me Buscando, Me Perdendo, Me ENCONTRANDO!!


Carol Shanti

8 de mai de 2014

Segunda Vermelha 2014 em Florianópolis/SC

Este ano (2014) estarei celebrando a SEGUNDA VERMELHA na ilha de Florianópolis/SC dia 12 de maio. Meu convite é para todas as mulheres que queiram celebrar seu Tempo de Lua, sua Menstruação.

A data de tradição da Campanha é sempre na primeira segunda-feira do mês de maio, mas como dia 05/05/14 eu estava em trânsito retornando para o estado de SC, vou quebrar o protocolo e festejar mais uma vez, hehehe.

Nos reuniremos na Pousada Rio Vermelho, na Praia do Moçambique, dia 12/05 ás 19h40min.
Compareça de saia, roupa ou acessórios na cor vermelha (unhas e batom está valendo rsrsrs) e traga 1 almofada para seu conforto.

Trazer um lanche para compartilhar, chá ou suco de uva integral.
Contribuição espontânea: R$ 5,00
(Atividade aberta ao público masculino)

Local: Rod. João Gualberto Soares, 8479
Praia do Moçambique
(ônibus Rio Vermelho passa na frente da pousada, descer no supermercado Thaysi)



Movimento defende aceitação da natureza feminina e orgulho de ser mulher
Por ROBERTA STRUZANI

Na primeira segunda-feira do mês de maio (05/05/14) é celebrado por milhões de mulheres de todo o mundo o "Menstrual Monday" (conhecido no Brasil como "Segunda Vermelha"). A campanha - que completa 14 anos em 2014 - tem por objetivo reforçar o orgulho de ser mulher e desmistificar a natureza do corpo feminino, como o ato de menstruar. O movimento, idealizado por Genebra Kachaman e Molly Strange, vem a cada ano ganhando mais adeptos, levando a uma nova consciência.

No começo, o principal objetivo da "Segunda Vermelha" era conscientizar as mulheres sobre os malefícios dos absorventes internos, cujo uso frequente pode dar origem a doenças ginecológicas e infecções, sem contar a incidência de câncer de útero. A campanha propagava, por exemplo, o uso de coletores menstruais - objetos reutilizáveis feitos de silicone e sem toxinas, que coletam o sangue menstrual, sem afetar a saúde ou o meio ambiente. Mas a campanha foi tão bem aceita e valorizada que tomou novos rumos e passou a pregar a defesa da natureza feminina, o orgulho em menstruar e a aceitação danatureza do ciclo da mulher.

Geralmente, as mulheres que participam do movimento coletam seu sangue menstrual e fazem desenhos com o material. Também são expostas fotografias artísticas com mulheres mostrando seus corpos manchados de sangue da menstruação. Essas "artes" podem ser divulgadas em mídias sociais, estampadas em cadernos e diários comercializados ou apresentadas em exposições feitas pelas participantes. A ideia é realizar atividades que manifestem a honra de menstruar e ser mulher, deixando de lado a vergonha em mostrar o sangue que vem do nosso corpo saudável feminino.

Mas vale reforçar que apesar da "Segunda Vermelha" defender o orgulho feminino, ela não pretende excluir o homem, mas sim trazer essa consciência a todos, principalmente à ala masculina, para abraçarem essa causa junto conosco. A ideia é ajudá-los a entender melhor a natureza feminina, como os rompantes de humor da TPM ou os possíveis efeitos colaterais da pílula, por exemplo.

Se algum artigo neste blog estiver como "autoria desconhecida" e você souber informar, agradecemos e faremos a devida correção. Solicitamos também que, ao ser extraída qualquer informação desta página, seja adicionada à devida autoria ou endereço:
http://clafilhasdalua.blogspot.com/