20 de abr de 2012

Aborto - Visão de um médico humanista.

Compartilhando visões de um médico humanista:

Sou médico no Rio Grande do Sul, e sou ginecologista, obstetra e homeopata. Além disso sou um ativista pela humanização do nascimento, movimento que se fundamente basicamente pela restituição do protagonismo à mulher.

Por essa razão (e por outras) eu acredito que só teremos uma real melhoria no atual cenário quando as mulheres deixarem de ser tuteladas pelo estado e assumirem o pleno protagonismo de suas vidas, seus corpos e seus destinos.

Minha posição mudou com o decorrer dos anos, e com o fato de ter vivenciado de muito perto a dor das mulheres que passam por esse momento. Quando eu tinha uns 20 anos eu empunhei bandeira na luta contra a legalização do aborto. Eu tinha uma posição radical, dogmática e fechada. Eu tinha uma séria de convicções que hoje eu já não tenho.

Mas o tempo, ah o tempo, é o supremo professor, e a dor a mais antiga mestra. E feliz daquele que consegue questionar suas mais fundamentais convicções. Como já dizia meu pai: "Não se passa um dia sequer em que não vejo cair, diante dos meus olhos e com estupendo assombro, uma a uma das minhas mais cálidas certezas".
Hoje eu ainda posso afirmar que jamais faria um aborto em uma paciente, porque não me sentiria bem com esse fato.

Minha formação humanista e (porque não dizer) espiritualista, não me permite abandonar esta postura pró-vida. Entretanto, trata-se tão somente de uma posição subjetivas, pessoal, afetiva. Se trabalho com a vida, em sua mais espetacular manifestação, não é possível me sentir bem em tirá-la. Aliás, me sinto mal até fazendo ligadura de trompas, e por isso não as faço há mais de 20 anos.
Porém, não tenho as mesmas posições fechadas de outrora.
Posso admitir quem usas esse recurso, e me nego a adjetivar as mulheres que optam pela interrupção de uma gestação. Somente poderia fazê-lo depois de "andar mil quilômetros calçando seus mocassins", como diz um antigo adágio.

Se há algum benefício da idade, então é esse. Nos tornamos mais maleáveis e condescendentes, tanto com os outros quanto conosco. Para os que dizem que esse é o primeiro passo em direção à legalização do aborto, só posso dizer que acredito que o aborto chegará ao Brasil, mais cedo ou mais tarde. Não há como fugir dessa realidade. O Brasil não será eternamente diferente dos países europeus.

O aborto não pode ser combatido pela lei; a experiência demonstra o absoluto fracasso desse tipo de estratégia. Aborto se combate com desenvolvimento social e livre acesso aos métodos contraceptivos. A cultura pode, a lei não. Tentamos até, mas só o que conseguimos é colocá-lo na ilegalidade, fazendo um asqueroso appartheid entre as que podem e pagam e as que se submetem aos mais escabrosos e violentos procedimentos.

Por enquanto vamos aguardar o amadurecimento da população para uma nova etapa, que em muitos países já é realidade há décadas.

Abraços
Ricardo Jones

16 de abr de 2012

Curso básico de MANDALAS


Flores, um convite especial, conheço o trabalho, é lindíssimo e com certeza participarei!

CURS DE MANDALAS
com Margareth Osório





Mandala em sânscrito quer dizer centro, circunferência, círculo mágico. Associada com o Self representa o centro da personalidade. 
Mandala é como um espelho da alma em um dado momento. Saber quem somos, em que momento nos encontramos, para onde estamos indo; aliviar tensões, curar ansiedades e reunir pedaços aparentemente impossíveis de estarem juntos são algumas das possibilidades que a mandala nos oferece.

A mandala pode ser usada de forma lúdica, terapêutica, diagnóstica e como instrumento de autoconhecimento em qualquer idade; em sala de aula, em consultório, como instrumento de fechamento de vivências e/ou como ferramenta de trabalho pessoal.

Este curso além de ser terapêutico nos oferece toda a base para o trabalho com esta técnica.  

Imagem inline 1 O Curso é constituído de seis módulos: 

  24/05 - Módulo 1  Introdução 
  28/06 - Módulo 2  As cores na Mandala 
  26/07 - Módulo 3  Os números na Mandala 
  23/08 - Módulo 4  Os 12 Estágios arquetípicos do Grande Círculo da Mandala 
  27/09 - Módulo 5  A Simbologia na Mandala 
  Módulo 6  Interpretação e conclusão (a combinar com o grupo)

Horário: 
quintas -feiras das 18:30hs às 23:00hs 

Investimento: R$ 116,00 por módulo, com material incluído 

Local: ESPAÇO RAPA NUY (Rua Delfino Riet, 116 - Santo Antônio - POA/RS)

NECESSÁRIO INSCRIÇÃO ANTECIPADA!

Informações e Inscrições: 

Margareth Osório - Médica formada pela UFRGS em 1980, com especialização em Pediatria, Pneumologia e Homeopatia, terapeuta Reiki, com formação em Terapia Floral no Brasil, nos EUA e na Escócia, trabalhando atualmente com vários sistemas florais. Concluiu a Formação Holística de Base na Universidade Holística Internacional (Unipaz-sul). É facilitadora no curso de Psicologia Transpessoal, na Unipaz-sul. Participou do Círculo Feminino Tenda da Terra por 5 anos como facilitadora, foi membro do Conselho de Mulheres Tendas e Clãs do Sul por 5 anos, co-autora do livro “Tendas e Clãs do Sul – Uma Jornada de Amor e Cura“. Trabalha como terapeuta transpessoal em clínica particular, com adultos. Facilitadora de grupos utiliza o espaço sagrado dos rituais, unindo seus conhecimentos de xamanismo aos princípios da arteterapia, psicologia transpessoal e mandalas. Conduz cerimônias de Chanupa (Cachimbo Sagrado de Oração), Temaskal (Tenda de Suor) e Roda de Cura. Criadora do Caminhos do Feminino – trabalho vivencial na busca do sagrado feminino. Facilitadora de Biodanza licenciada pela Escola de Biodanza Rolando Toro de Pelotas. Palestrante, ministra cursos de Mandalas.

Curso de Doula em São Paulo

Olá meninas, para quem se interessa na FORMAÇÃO DE DOULA:
07 a 10 de junho de 2012

Local do Curso

Picture
Sede do Despertar do Parto
Rua Itacolomi, 480 - Alto da Boa Vista - Ribeirão Preto - SP

Maiores informações


Ligue para: (16) 3878-0886/ (16) 9705-8922
E-mail: secretaria@despertardoparto.com.br

9 de abr de 2012

Cromoterapia na gestação e parto





A Cromoterapia é a ciência que estuda o efeito das cores em nossa saúde, tanto física quanto emocional ou psicológica. O fundamento é que determinada cor vibra em determinada freqüência e, uma vez aplicada a uma parte do corpo humano, as células daquele “pedacinho” do corpo vão passar a vibrar nessa mesma freqüência. Nada de mágico ou sobrenatural; trata-se de uma ciência derivada da física quântica.
A Cromoterapia, em geral, é aplicada por uma doula ou cromoterapeuta, através da lanterna de cromoterapia. A gestante pode comprar lâmpadas coloridas e procurar aplicar as cores em seu próprio corpo. Acontece que, como toda ciência, a Cromoterapia demanda tempo e estudo da técnica e o(a) cromoterapeuta é a pessoa mais indicada para criar um esquema de cores apropriado ao estado de cada grávida.
Aqui algumas sugestões de aplicação das cores para a gravidez, parto e pós-parto.

Gravidez
1º Mês – Verde e azul no aparelho digestivo, para melhorar de enjôos. Azul geral – passa-se azul em todo o corpo, com movimento ziguezague, desde os ombros até os pés.
2º Mês – Azul geral para acalmar e auxiliar na formação do feto.
3º Mês – Azul e amarelo no aparelho reprodutor, para fortalecer a formação dos ossos do feto. Azul geral.
4º Mês – Azul e amarelo no aparelho reprodutor. Azul geral.
5º Mês - Azul e amarelo no aparelho reprodutor. Azul geral.
6º Mês – Verde e azul na coluna e azul no aparelho reprodutor. Azul geral.
7º Mês – Verde e azul na coluna lombar e região pélvica. Azul geral.
8º Mês - Verde e azul na coluna lombar e região pélvica. Azul geral.
9º Mês - Verde e azul na coluna lombar e região pélvica. Azul geral.

A Cromoterapia também traz formas de cuidar do trabalho de parto e das questões tanto do puerpério (tristeza, depressão, etc), quanto da amamentação. Mas é sempre bom lembrar que há problemas que só melhoram com medicamento. Consulte um médico, se perceber que a coisa está ficando fora do seu controle.
O diferencial da Cromoterapia é que se trata de um recurso totalmente natural e que pode cuidar preventivamente da gestante e da puérpera, podendo chegar a evitar o uso de remédios nem sempre bem-vindos no organismo. Não há contra-indicações e, além dos benefícios diretos, proporciona ainda um agradável momento de relaxamento. Procure um(a) cromoterapeuta e comprove!

3 de abr de 2012

ESPELHO DA LUA 2012

VIVÊNCIA TERAPÊUTICA PARA MULHERES
01 a 03 de junho de 2012

Local: Carpe Diem - Presidente Lucena/RS

Estudo e vivências dos arquétipos das 7 deusas Gregas: 
Afrodite, Hera, Deméter, Perséfone, Héstia, Atenas, Artemis.

Se algum artigo neste blog estiver como "autoria desconhecida" e você souber informar, agradecemos e faremos a devida correção. Solicitamos também que, ao ser extraída qualquer informação desta página, seja adicionada à devida autoria ou endereço:
http://clafilhasdalua.blogspot.com/