26 de mar de 2009

Hora do planeta-WWF


O QUE SIGNIFICA "A HORA DO PLANETA"?

- É UM ATO SIMBÓLICO QUE ENVOLVE MILHÕES DE PESSOAS DE TODO O MUNDO EM PROL DE UM FUTURO MELHOR (SE FOSSE APENAS POR UM FUTURO, JÁ SERIA DE BOM TAMANHO).

COMO ACONTECERÁ?

- PESSOAS DE TODO O MUNDO IRÃO APAGAR COMPLETAMENTE AS LUZES DE SUAS CASAS E/OU EMPRESAS DURANTE 60 MINUTOS. (OU PELO MENOS, AS PESSOAS DE TODO O MUNDO QUE TEM O MÍNIMO DE BOM SENSO E ESTÃO PERCEBENDO QUE A COISA POR AQUI, NO NOSSO PLANETA AZUL, NÃO ESTÁ ASSIM UMA MARAVILHA).

MAS PARA QUE ISSO?

- SERÁ UMA FORMA DE CHAMAR A ATENÇÃO PARA AS MUDANÇAS CLIMÁTICA QUE VEM ACONTECENDO POR CONTA DO MAU USO DOS RECURSOS NATURAIS DO NOSSO PLANETA!

QUANDO?
SÁBADO, 28 DE MARÇO, DE 2009

Amigos blogueiros... Todos vocês já sabem o poder de comunicação existente na blogosfera. Por isso, pedimos: divulguem nos vossos blogs esta campanha, para que seus visitantes participem, junto com você, desta mobilização.Não sejamos omissos!!! (não completamente, pelo menos)Para quem quer saber mais, clique aqui!

Em 2009, a Hora do Planeta será realizada no dia 28 de março, das20h30 às 21h30, e pretende contar com a adesão de mais de mil cidadese 1 bilhão de pessoas em todo o mundo.Mais de 170 cidades de 62 países já confirmaram sua adesão à Hora do Planeta.
Realizada pela primeira vez em 2007, a Hora do Planeta contou com aparticipação de 2,2 milhões de moradores de Sidney, na Austrália. Jáem 2008, o movimento contou com a participação de 50 milhões depessoas, de 400 cidades em 35 países. Simultaneamente apagaram-se asluzes do Coliseu, em Roma, da ponte Golden Gate, em São Francisco e daOpera House, em Sidney, entre outros ícones mundiais.

Assistam os vídeos sobre o movimento, cadastrem-se já no site Hora doPlaneta e participe também deste movimento.

DIVULGEM!

25 de mar de 2009

Conflito: Dádiva do Espírito

Conflitos nascem de desafios apresentados pelo espírito. São dádivas para nos ajudar a avançar. É por meio do conflito que ganhamos conhecimento de nós mesmos e descobrimos novas situações para pôr em práticas nossos dons.
Conflitos é um chamado para o despertar, enviado pelo espírito para nos lembrar do propósito que viemos cumprir. Para o povo tribal, é uma bênção. O conflito não deve ser nutrido, mas ouvido. Devemos tomar as medidas apropriadas para lidar com o espírito por trás do conflito.
Dois seres humanos juntos estarão sempre vulneráveis e propensos a alguma forma de conflito. Sem o conflito, tudo fica monótono. Por outro lado, viver no conflito torna tudo amargo. Então, existe uma necessidade de equilíbrio constante. O que traz esse equilíbrio é o ritual.
O ritual reconhece que o relacionamento de duas pessoas gera uma energia superior à energia dos dois indivíduos simplesmente adicionada. É algo tão grande que o intelecto e a destreza, por si sós, não conseguem lidar com as crises que surgem, sem a intervenção do ritual.
Normalmente, o conflito vem quando as coisas estão começando a estagnar, quando nosso ego e nosso ser controlador começam a dominar o relacionamento. O conflito é um aviso que a energia espiritual está estagnando e precisa de movimento.
Na aldeia, as pessoas são estimuladas a lidar com o conflito, em vez de fugir dele. Se não forem capazes de resolver o problema, este deve ser compartilhado com a comunidade.
Existe uma diferença entre tornar um problema público para descobrir uma solução e torná-lo público sem querer ajuda. Algumas vezes, acostumamo-nos a nossos problemas. Preferimos alimentá-los e damos espaço para que cresçam em nossa vida. Ficamos apegados a eles e não queremos que nos deixem; tornam-se um peso para aqueles que escutam falar sobre eles, que ficam sem saber como reagir.
Essa é uma forma moderna de buscar atenção. Algumas vezes, o melhor remédio para as pessoas que procuram esse tipo de atenção é não lhes dar energia.
Existem muitas formas de comunicar problemas a aqueles que podem nos ajudar. Algumas pessoas, por exemplo, têm o dom de comunicar-se por intermédio de sonhos e podem usar isso como uma forma de se conectar com os outros. As pessoas que nos conhecem e se preocupam conosco, normalmente, têm um canal sempre aberto para nós. Se nossa mensagem for clara, elas podem nos mandar o tipo de ajuda que precisamos.
Na cultura dagara, a água é um elemento crucial na resolução de conflitos, por causa de suas qualidades reconciliadoras, unificadoras e pacificadoras. Em qualquer ritual de reconciliação, é preciso usar muita água, para que as pessoas voltem para um espaço tranqüilo, um lugar de harmonia e serenidade.
Um ritual radical de conflito envolve submersão completa em água muito fria, depois de uma descarga emocional intensa. Em um ritual de manutenção, a pessoa pode usar apenas um pouco de água, ou passar algum tempo perto dela.


Fonte:
Extraído do livro: O Espírito da Intimidade
Sobonfu Somé

Ciência e Fé

A ciência nos descreve um mundo e nós acreditamos nela. Em função disso, nos preparamos pra viver naquele mundo que nos está descrito, tentando buscar a sintonia com suas leis. Por isso, no mundo sombrio da mecânica clássica, que inspirou o materialismo realista, tinha lugar o egocentrismo, a opressão do mais forte submetendo o mais fraco, porque, nele, as coisas só funcionavam à força.
Assim sendo, todo oculto era fantasia; éramos máquinas, correndo em um Universo- máquina, previsível, governado por leis imutáveis, relativamente às quais não tínhamos a menor possibilidade de intervenção.
Biologicamente, éramos considerados mutações ao acaso, simples portadores de DNA, na busca implacável por mais, um Universo sem sentido.
Caráter, honradez, ética eram simples conseqüências das posições dos átomos em nossas células. Nada referente à consciência.
Por isso, Bertrand Russel, filosofo e matemático inglês, afirmou que, ao nos enxergarmos refletidos no espelho da Física Newtoniana, estávamos mergulhados no desespero inarredável ao qual de origem e concluiu que, assim sendo, toda a labuta dos séculos, toda devoção, toda a inspiração, todo brilho do gênio humano estariam destinados à extinção na vasta morte do sistema solar; que todo templo da conquista humana deveria inevitavelmente ser soterrado sob os escombros de um universo em ruínas.
A Nova Física, no dizer de Allan Wolf, Ph.D. em Física Quântica, escritor e coferencista, traz um novo ar de liberdade e responsabilidade.
Com certeza, o tudo esta previsto da Física Newtoniana, é substituída por um Universo de possibilidades; e nesse universo de possibilidades que nossa consciência que realiza escolhas. Somos então responsáveis.
A Física Quântica trouxe para o Universo da Ciência a presença indispensável da consciência do observador, que passa, de mero e imponente observador, a co-criador de realidade.
Demonstra-se que em experiência nas quais o elétron pode assumir comportamento de onda ou partícula, é a consciência do observador que irá fazê-lo adotar uma ou outra manifestação.
Ademais a grande lei da Física Quântica é a Lei de Interconectividade: tudo no Universo esta interconectado; logo, não há a;coes isoladas. Nossa consciência influi no universo material, nas outras consciências e nos constrói de dentro para fora, tornandonos arquitetos do nosso destino, pois, rigorosamente, somos o que fazemos de nós.
A matéria perde sua substancialidade. É caso particular da energia. A Ciência comclui que o Universo Físico é essencialmente não-físico, a ponto de dizer que seus componentes básicos são energia e intenção.
Surge a hipótese do observador absoluto.
Muitos esperam que, assim como no século XX derrubou um a um os alicerces da perspectiva materialista, fazendo ruir seu edifício, o século XXI derrubará a parede de ferro existente entre a fé, raciocinada, por óbvio, e o laboratório.
Chegando pouco a pouco à equação:
conhecimento científico + espiritualidade = sabedoria.
Fonte:
A nova ciência da fé / Moacir Costa de Araújo Lima. – Porto Alegre, RS: AGE, 2008

Com o avanço dos estudos da nova Ciência das possibilidades, abre nossos horizontes permitindo enxergar um pouquinho além do que nos é transmitido. Pois ora não se deve comer tomate, ora tomate é bom para saúde. Que ciência exata é esta que a exigência da validez de um estudo é o “Cientificamente Comprovado”? Sendo que este que comprova contraditoriamente.
Como lido no texto, a nossa visão de mundo vinha pronta, livre de escolhas, como se nascêssemos com uma lente, onde apenas aquela realidade é existente; a vontade individual mesclada com a imposta. Hoje, percebendo a importância do observador, retomamos o livre-arbítrio e a oportunidade de escolher o caminho. Com isso, foi devolvida a responsabilidade perante cada ato co-criador.
Então qual é o momento de assumir a vida? O momento é agora, em cada pensamento, cada sentimento e ato, uma oportunidade de expressar o melhor de si, de ser feliz e realizar seu desígneo celeste. Cumprindo seu Projeto Divino, sendo um co-criador.

Por Ana Paula Marafigo
“O universo se cria a todo instante com dois movimentos primordiais: a expansão e a contração. Neste exato momento, mundos estão sendo criados – expandindo luz e calor – e mundos estão definhando – sugando a luz e o calor daqueles que estão em expansão. À força que comanda estes dois movimentos podemos chamar de Deus/Deusa; ou de amor: é vida e morte, luz e trevas, dar e receber”.

18 de mar de 2009

Clã Filhas da Lua traz Sabrina Alves ao Sul


Queridas, é com alegria no coração que estendemos este convite...



O Clã Filhas da Lua e o Clã Lobos do Sul estarão na Mostra Holística
do 4º Encontro Estadual de Terapeutas e Profissionais Holísticos.

Clique nas imagens para ver detalhes.

17 de mar de 2009

Ser cobaia não é bom


O governo está para votar o pedido de liberação da Bayer para plantio de arroz trangênico no país. Isso significa que o arroz nosso de cada dia não será apenas modificado geneticamente, mas carregado de agrotóxicos. O arroz transgênico não foi plantado ainda em país algum do mundo, o que torna os brasileiros cobaias. Não há estudos independentes suficientes sobre os impactos ambientais nem sobre a segurança de consumo desse arroz transgênico. Os poucos que existem apontam evidências de riscos à saúde e à biodiversidade devido ao uso do agrotóxico da Bayer.

Transgênicos, ou organismos geneticamente modificados (OGMs), são seres vivos criados em laboratório a partir de cruzamentos que jamais aconteceriam na natureza: planta com bactéria, animal com inseto, bactéria com vírus, e por aí vai. Usando uma técnica que permite cortar genes de uma determinada espécie e colá-los em outra, os cientistas criaram organismos totalmente novos com características específicas. É o caso do arroz LL62, que a Bayer quer plantar e vender no Brasil. Seríamos cobaia do novo produto da Bayer, que não é plantado comercialmente em país algum do mundo.

Se você não aceita ser cobaia, diga "não" ao arroz transgênico clicando abaixo e assinando a petição online.


Participe também das atividades que o Greenpeace organizará na Semana do Consumidor contra esta aprovação:

Programação:

Sábado, 14 de março
- BELO HORIZONTE
Praça Sete de Setembro (Praça Sete)Centro - Esquina com Av. Afonso Penadas 9h00 às 15h00
- RIO DE JANEIRO
Feira Orgânica e Cultural da GlóriaR. Russel, em frente ao n. 300das 10h00 às 13h00
- SÃO PAULO
Feira Orgânica do Parque da Água BrancaAv. Francisco Matarazzo, 455 - Barra Fundadas 8h00 às 12h00
- PORTO ALEGRE
Feira da Colméia no Parque da Redençãodas 8h00 às 12h30
Domingo, 15 de março
- PORTO ALEGRE
Parque da Redençãodas 9h00 às 14h00
Usina do Gasometrodas 15h00 as 18h00
- MANAUS
Feira Eduardo Ribeiro das 7h00 às 12h00
- RIO DE JANEIRO
Aterro do Flamengo, Cidade das Crianças das 10h00 às 16h00
- BELO HORIZONTE
Feira de Artesanato da Afonso PenaCentro - Próx. ao Parque Municipaldas 09:00 às 14:00
- SÃO PAULO
Feira da LiberdadeBairro Liberdadedas 8h30 às 12h00
Feira Orgânica no Parque da Água BrancaAv. Francisco Matarazzo, 455 - Barra Fundadas 8h às 12h
- SALVADORPorto da Barradas 14h às 19h
Rua Alvarenga, 2331, Butantã - CEP: 05509-006 - São Paulo - SP Tel.: +55 11 3035-1155 Fax: +55 11 3817-4600

A Curadora Divina 03/04/2009

Clique na imagem

10 de mar de 2009

Clique na imagem.

5 de mar de 2009

Movimento Guardiães do Amanhã


Este é um trabalho que indico a todos os homens e mulheres
que buscam o encontro Consigo Mesmo.
Como tendeira, participante da 14ª geração de Tenda da Lua, no seu segundo ciclo, posso dar meu depoimento: o trabalho das Tendas tem sido para mim além de TRANSFORMADOR, LIBERTADOR. Este movimento, tecido amorosamente e sustendado por uma egrégora fortíssima, encanta e transforma qualquer um que tome contato com ele. Mesmo aquelas que por ventura se afastam ou desistem de trilhar este caminho, uma vez tendo estado dentro dele, creio que nunca mais serão as mesmas.
Eu Sou Ana Paula Nunes Andrade
E assim falei.
Se algum artigo neste blog estiver como "autoria desconhecida" e você souber informar, agradecemos e faremos a devida correção. Solicitamos também que, ao ser extraída qualquer informação desta página, seja adicionada à devida autoria ou endereço:
http://clafilhasdalua.blogspot.com/