28 de abr de 2008

Convidamos VOCÊ!

Clique na imagem para ver mais detalhes.

20 de abr de 2008

CHAMADO DOS PAMPAS


Estivemos a uma semana atrás em um encontro de Qi Gong Li - A arte de mover o sopro, onde encontramos e reencontramos muitos irmãos de caminhada. Nas diferentes conversas surge um convite e uma possibilidade de trabalho. O Universo é mesmo surpreendente! Conhecemos uma mulher Guerreira lá dos Pampas. Tínhamos um curso agendado para esse fim de semana mas a Deusa desejava outra coisa de nós...

Acabamos indo parar no município de Butiá/RS, para conhecer o sítio da Kadine. Para nossa surpresa encontramos mais um belo casal de Zeladores da Terra. Ao redor da fogueira, sob a luz da Deusa Luna, no momento em que a humanidade recebe toda a magia do Weesak (Iluminação de Buda), compartilhamos a Chanupa Sagrada, firmamos nossos propósitos e oramos pela Terra. Ao som dos chocalhos e do tambor, cantamos e dançamos em um só coração, honrando a Força e a Sabedoria dos nosso antepassados.
Como é bom deixar ser guiada pelo coração... ouvir o chamado da Terra e atender sem medo ou exitação.
Que bela aula de história tivemos nesse final de semana! Conhecer um pouco da história da mineração em nosso estado e entrar em contato com cavernas tão escuras do inconsciente coletivo... eis mais uma lição da Terra. Onde quer que estejamos, comprometidos com o nosso propósito, estaremos curando e sendo curados.
Minha gratidão ao bom coração do Sandro e da Kadine por suas histórias contadas e minhas honrarias ao povo que foi escravisado no ciclo da extração do carvão.
Ana Eçaí

"Quando entramos na sincronicidade da natureza e seguimos em harmonia na espiral da Deusa o propósito sempre se realiza. Nem sempre da maneira que projetamos pois, quando nos entregamos ao propósito divino o divino se revela à nós, nos colocando nos caminhos que nos levam a realizar este propósito. E assim, nossa essência se revela e passamos a vibrar em alegria e beleza, unindo mente, coração e espírito".
Ana Paula Marafigo
Estelar

A vocês, Kadine e Sandro, deixamos esta homenagem, em gratidão pelo acolhimento e pelo belo serviço de resgate da Identidade Cultural de um Povo!


NA BOCA DA NOITE GRANDE

Na boca da noite grande, o silêncio se enternece
Uma cambona se aquece no braseiro do fogão
Sinto brotar no rincão um cantar de nazarenas
E a noite fica pequena na grandeza de um galpão.
Na boca da noite grande “hay” vida pelas canhadas
Rumores nas madrugadas e romances em pelegos
Chinas que contam segredos e peões que morrem nos braços
Das que sofreram mormaços nos golpes suaves dos dedos
Na boca da noite grande, fantasmas arrastam chilenas
Índios de barbas, melenas, chapéus de copa batida
Homens de outras vidas que habitam nos galpões
Reacendendo fogões nas madrugadas compridas
Na boca da noite grande relembram lidas e vidas
As chegadas e partidas, potreadas e corredores
Velhos recuerdos de amores que por mais que o tempo passe
Se reacende e renasce no canto dos pajadores
Na boca da noite grande as bruxas andam teatinas
Nos potreiros trançam crinas da cavalhada gaviona
A noite é uma temporona e sempre será, parceiro
Porque meu canto fronteiro é pátria, guitarra e cordeona.
(Música de Jairo “Lambari” Fernandes)

“A Simplicidade do coração traduzida em versos”.
Rafael Dusik


18 de abr de 2008

TEMPO


"Da mesma maneira como o ar é a atmosfera do corpo, o tempo é a atmosfera da mente; se o tempo no qual nós vivemos consiste de meses irregulares e de dias regulados por minutos e horas mecanizados, é nisso que a nossa mente se transforma: numa irregularidade mecanizada. Visto que todas as coisas resultam da mente, não é de admirar que a atmosfera na qual vivemos no dia-a-dia torne-se cada vez mais poluida. E a maior reclamação é: ‘Eu simplesmente não tenho tempo bastante!’ Quem possui seu tempo, possui sua mente. Possua o seu próprio tempo e você conhecerá a sua própria mente".
José Argüelles


Confiram este texto no site da Gi: www.giseledemenezes.com/

Ana Paula Andrade e Ana Paula Marafigo
SERPENTES VERMELHAS

11 de abr de 2008

Ix Chel


Ix Chel, frequentemente designada como often called "Dama do Arco-Iris", era a Deusa da Lua para o povo Maia. Os Maias conectavam-na com as fases da lua e os acontecimentos na vida das pessoas.
Em determinadas imagens ou estátuas feitas em Sua honra, Ix Chel é representada vestida com uma saia com ossos cruzados sobre ela. Ela transporta uma serpente nas suas mãos ou na sua cabea. Igualmente, ela transporta uma taça de água que vira sobre a terra enviando fortes chuvas e poderosas tempestades. Ix Chel era adorada pela proteção às tecedeiras e mulheres durante o parto.
Ela é a Terra Mãe, o Útero, a Caverna da Vida. Apartir dela, a vida nasce e a Ela retornará. Ela é a guardiã dos ossos e das almas após a passagem. Ix Chel é a fertilidade de toda a vida e a continuação de toda a vida, Ela é o mistério e a alegria da nossa sexualidade feminina, e a protetora de todas as crianças. Ix Chel é a curadora, a Deusa da Medicina, que conhece todos os dons de cura da Terra e dos seus Filhos. O seu método de ensinamento e de cura manifesta-se pela forma como conforta os doentes ou aqueles que sofrem.
Ix chel é a energia de todas as águas, o ingrediente vital da nossa vida. O seus dons nutrem as chuvas e as águas cristalinas dos rios. Como na Árvore da Vida, o leite sai dos seus seios, tal como o sangue do seu útero.
Os Maias subiam a Pirâmide como a montanha de lx Chel onde ela reina como a serpente emplumada de energia de transformação. O seu totem é a serpente, que perde a sua pele e continuamente renasce. O seu colo é o trono de autoridade e poder do Jaguar vermelho.
Ix Chel mostra-se frequentemente com um coelho que simboliza o seu dom de abundância e fertilidade. Ela é a jovem noiva com a vida florescendo assim como a anciã de sabedoria, deitando as águas da vida a partir do seu caldeirão.
Ix Chel é observada como a inspiração criativa para artistas e artesãos. Ela tece a teia da vida e é matrona das tecelãs. O seu simbolo é a lua e move-se através dos ciclos de limpeza e escuridão. Ix Chel espelha os mistérios do corpo feminino e dos nossos ciclos sanguíneos.

8 de abr de 2008

Palestra Aberta - Círculos Femininos - Esteio/RS

For Kids - Centro de Educação Infantil
Rua dos Ferroviário, 752 - Centro - Esteio/RS
Tel. (51) 34595969

1 de abr de 2008

3º Encontro de Terapeutas Holísticos - POA/RS



Estivemos ontem, 31/03, participando pela 3ª vez de um encontro de profissionais holísticos, que acontece anualmente na Assembléia Legislativa do Estado, por iniciativa do Deputado Giovani Cherini, colega de profissão.

Os Clãs Filhas da Lua e Lobos do Sul participaram da 2ª Mostra Holística apresentando seus trabalhos. Mais de 1.000 pessoas estiveram presentes no evento. Tivemos a oportunidade de re-encontrar pessoas queridas em nossa caminhada e também de dar início a belas amizades.

Ver o Auditório Dante Barone lotado por corações compassivos e extremamente amorosos foi de sorrir com o coração e encher os olhos de lágrimas.

Aproveito este espaço para parabenizar o Deputado Cherini e sua Equipe, que nos recebe com tanto carinho e respeito e abre espaço para partilha e re-união de tribos.

Faço rezo para que em cada Estado o Governo tenha pessoas com o coração nobre, que desejem a paz e a fraternidade, como presenciamos acompanhando este trabalho.

Ana Paula Andrade

Ana Paula Marafigo

Rafael Dusik
Se algum artigo neste blog estiver como "autoria desconhecida" e você souber informar, agradecemos e faremos a devida correção. Solicitamos também que, ao ser extraída qualquer informação desta página, seja adicionada à devida autoria ou endereço:
http://clafilhasdalua.blogspot.com/