20 de fev de 2008

ENTRE CORES E DANÇAS



Estar entre irmãs e se sentir um pouco mãe, um pouco filha, é intenso e emotivo.


Estivemos neste sábado em uma Vivência do Clã "Libertando-se de padrões e assumindo seu poder", foi mágico e encantador. Vibramos em uma força muito linda e compartilhamos momentos preciosos e também difíceis para muitas... mas conseguimos re-significar. Essa é a proposta: libertar-se e voar. Assim como a libélula, que deixa sua casca para alçar vôo em busca da Luz.


Minha gratidão à todas que dançaram e coloriram o Ricão das Taquareiras. Vocês são belas. Guerreiras e donzelas!


Namastê

7 de fev de 2008

ORAÇÃO Á GRANDE MÃE


Mãe Nossa, que estais no céu, na terra e em toda a parte,
Bendita seja a Tua beleza e a Tua abundância,
Traz aos nossos corações a chave que abre o portal do amor,
Que cada um de nós possa respeitar os caminhos de todos os seres
E o exercício do perdão faça parte de nossa existência
Que possamos acolher em nossa mesa aqueles que querem partilhar conosco o alimento sagrado.
Mãe Nossa, que estais no céu, na terra e em toda a parte,
Que o Propósito maior guie os nossos passos,
E que a batida dos nossos corações possa se unir ao toque do coração da terra
E assim possamos pulsar em um só ritmo.
Que as estrelas nos guiem nas noites escuras
E que o sol brilhe intensamente em nossos corpos,
Hey Grande Espírito, Hey Grande Mãe, Hey Xamã.

Inspirado por : Alba Maria, Fundação Terra

4 de fev de 2008

A Força do Círculo


Neste período em que as pessoas festejam o Aval da Carne (Carnaval) fiquei no aconchego do meu lar me dedicando à organização dos trabalhos dos Clãs e a este espaço que pretendo dividir com àqueles que dançam juntos ou àqueles que dançam sós!

Venho dançando o sonho nos Círculos Femininos... este trabalho grandioso que vem despertando meu Ser a cada encontro e a cada canção.
Desde que passei a participar de encontros e vivências do Feminino a sensação é de estar cada vez mais próxima de Casa, é um Retorno ao Lar. Digo que este trabalho é Libertador porque assim foi para mim. E desde então, assumi um compromisso de colaborar com este trabalho. Hoje desenvolvo Círculos Femininos e continuo participando deles, porque o Círculo não tem início nem fim, é um Círculo dentro de outro Círculo, dentro de outro Círculo... é a linda aspiral da Deusa que sobe e desce em seu movimento serpentiado, que nos dá força e visão. "Estar em um Círculo nos leva a estar em outros" (Jean Shinoda Bolen).
No Círculo sou o sonho e sou a sonhadora, sou a teia e quem a tece...
Busco ao meu espírito, na paz do Grande Espírito, e honro o Ventre da Grande Mãe a cada mulher que se re-uni a mim no Círculo.
O trabalho dos Círculos Femininos é baseado na iniciativa Milionésimo Círculo. O Milionésimo Círculo é uma organização voluntária internacional de mulheres que acredita que círculos são os meios pelos quais a consciência do mundo mudará. A nossa proposta é de, por meio do autoconhecimento, promover as mudanças pessoais e conseqüentemente mudar nossas relações e o ambiente à nossa volta.
Mitakuye Oyasin (somos todos irmãos)
Ana Eçaí

Salve Ogum da Lua!


Quem vem lá, quem vem lá

É meu Pai Ogum

Bravo Guerreiro

Não teme a morte


Num cavalo branco

Salve, São Jorge!

O escudo, a espada

Salve, São Jorge!

Tenho fé nas suas armas

Salve, São Jorge!

Proteção nas estradas

Salve, São Jorge!


Seja qual for a sorte

Invencível será!


(Canto de Ogum - Música de Karine Cunha)

3 de fev de 2008

SER FIEL A SI MESMO

"Para ser fiel a si mesmo tem que
estar pronto para desapontar o outro."

Hoje ouvi esta frase de um irmão de caminhada e me fez imediatamente lembrar do meu despertar...
A muito tempo vinha buscando dentro da espiritualidade respostas... era tanta ansiedade que eu me definia como uma buscadora... hoje digo com alegria que não busco mais, sou uma caminhante e apenas sigo sendo. Encontrei aquilo que tanto buscava ... buscava nas religiões, nos altares, nos oráculos... e não sabia que se encontrava tão perto. Foi quando tive que ser fiel a mim mesma e precisei desapontar outras pessoas, que encontrei quem procurava. A Mulher Sábia que vivia dentro de mim. Aquela que age com a Mente que Sabe e não com a mente que pensa. Quando aprendi a ouvir meu coração e agir conforme as minhas verdades, encontrei equilíbrio e paz. Quando passei a enchergar o outro como um reflexo de mim mesma, compreendi, que a mudança que queremos que ocorra no mundo deve primeiro ocorrer no interior de cada coração. E que mudando sua maneira de pensar você muda a forma como vê as pessoas.
Foi assim que modifiquei toda minha vida... quando precisei ser fiel a mim mesma.
Divido essa experiência com todos aqueles que buscam, para que fiquem atentos à seu próprio coração.
Ana Eçaí (olhos pequenos)

1 de fev de 2008


"Quando a mulher descobre sua beleza interior, ela passa a exalar esta beleza de uma forma plena e total, nada pode ser mais bonito e divino do que ver esta essência transbordando em seus olhos e assumindo seu corpo em cada gesto, em cada palavra.
É uma dança divina, é um presente do universo!"
(Vipassana)

Salve Nossa Senhora dos Navegantes, Salve a Rainha das Águas, Salve Mãe Iemanjá!




Que suas águas possam lavar a humanidade de todo temor e desamor;
Que sua força geradora possa trazer paz e o despertar de consciência;
Que suas sereias possam cantar e encantar o coração dos homens, em um canto de amor e gratidão pela vida;
Que o Sagrado Feminino seja despertado em cada coração.
Se algum artigo neste blog estiver como "autoria desconhecida" e você souber informar, agradecemos e faremos a devida correção. Solicitamos também que, ao ser extraída qualquer informação desta página, seja adicionada à devida autoria ou endereço:
http://clafilhasdalua.blogspot.com/